Sobre fatos e certezas …

Mais uma vez tive a certeza que não faço nenhuma escolha na vida. As coisas que acontecem comigo só ocorrem por osmose. Quando eu menos espero já foi!

É super desagradável e uma falta total de respeito o que vou falar agora, mas isso tem martelado na minha cabeça há dias. Temos exatamente aquilo pelo qual temos “condições” de possuir ou usufruir. Isso não vale só para bens materiais. Incrivelmente vale para pessoas. Somos meros objetos de desejo e o acesso é bem limitado e controlado.

Eu, por exemplo, não tenho uma procura alta. Na verdade é bem baixa, quase inexistente, portanto meu valor é baixo. Com isso eu não tenho muito o que escolher. Se observo outros “produtos” que me atraiam eu não tenho sequer o direito de apreciá-los, pois de que adianta ver e não tocar? Não que eu queira sair pegando todos, mas nos últimos ANOS eu só fico com gente que me queira (independente de eu querer ou não) porque se não fosse isso eu não estaria ficando com ninguém!

Essa verdade é tão repugnante que me enoja e esse é só um dos fatos que me fazem ter completo asco a mim mesmo! Nem precisa dizer que esse acontecimento é quase semestral, né? Sei que tenho o poder de escolha, mas é a de ter alguma coisa ou nada. Talvez o digno seria o nada, ao invés de estar com alguém que eu não gostaria.

Às vezes acontece de eu me encontrar com pessoas que gosto e desejo, mas isso não dura muito e não passa do primeiro encontro. E sempre rola o comentário: “Você é TÃO DIFERENTE pessoalmente!” Seguida da desculpa de que isso nem é bom, nem é ruim, mas é um fato que SEMPRE se segue de outro: não há segundos encontros.

Por essas e outras é que não publico fotos minhas em redes sociais. Nem sei como tenho Instagram! Talvez pela pseudo-limitação de usuários. Na minha cabeça isso funciona. Mas sinto que minto a cada foto publicada. E tem que haver todo um ritual de “esconder-se” nas imagens publicadas.

Na câmera não é diferente. Até com ela a minha imagem difere da real ao vivo. Melhor tentar ser assexuado ou um personagem de desenho. De preferência um que não se relacione e não sinta falta. Daí vem um amigo meu que é LINDO e gostoso me dizer que gente de tal lugar não é fresco e que posso me dar bem lá. Se você sentiu isso por lá, por favor se olhe no espelho e veja quem você é e quem eu sou. Pessoas diferentes, oportunidades distintas e escolhas, bem … chega de falar de escolhas. Alguns tem, outros não. E assim segue a merda que chamo de vida e que Deus (se houver um) insiste em me castigar com ela.

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s