Meu horizonte

Esse deveria ser um post de desabafo, mas as palavras sumiram da minha cabeça. Devo arrumar uma maneira de postar a caminho do trabalho ou durante minha série preferida de TV!

Tenho acompanhado Six Feet Under e estou adorando o drama que os personagens enfrentam. Dentre as séries que gosto já me identifico com 3 personagens e até arrisco afirmar que minha personalidade é algo próximo da junção dos 3. São eles: Dun Humphrey (Gossip Girl), Seth Cohen (The O.C.) e David Fisher (Six Feet Under). Assustador, não é?!

Hoje um “amigo” deveria estar aqui. Na verdade ele deveria estar comigo neste exato momento. Para quê?! O de sempre. Apenas companhia. Mas isso é tão egoista de minha parte. Carecer de companhia?!! Há alguns anos costumávamos ouvir fitas K7 e CDs por longas tardes. Era tudo que fazíamos e era muito bom. Não sei onde o prazer da companhia se perdeu. Única coisa que é concreta disso tudo é que as coisas mudaram.

Mudança. Palavra que poucos encaram e muitos acreditam ser um alívio. Por um momento também senti alívio, algo que em muitos casos é solução de problemas, uma das muitas certezas desta vida e um dos meus maiores medos. Aos poucos encontro meu destino que parece cada vez mais nítido e próximo. Aos poucos vou perdendo meus companheiros de vista. No fim da caminhado estou certo que a única coisa que conseguirei ver será o horizonte, aquela linha imaginária que representa um destino. Ao meu lado estarão os frutos que plantei, pelos quais morrerei intoxicado, vítima do meu próprio veneno.

Anúncios

4 Comentários

  1. Mudança custa a vida .

    Demorei muito tempo para entender isso, pois eu nunca entendi bem espaço que sobra … que falta.. que CARECE, quando uma mudança está acontecendo.

    Hoje tenho uma convicção mais profunda que as coisas q

    • Hoje tenho uma convicção mais profunda que as coisas que eu acho que perdi, nunca foram minhas….
      E enxergo de uma forma muito clara… bem clara mesmo, que MUITOS FATOS que envolviam algumas pessoas nunca tiveram sinal de ETERNIDADE.

      É isso…

      Sinal de Eternidade é um quadro que pinto todas as vezes que penso em dá um passo numa nova direção … num novo caminho…

      Adoro Você, mesmo de longe !!! Aprendi a amar assim … de longe !!!

      Gleudo.

      • Eu não aprendi a amar meu CD a distância Gleudo!

  2. mas o que não é o destino? senão traços de tudo o que fazemos no presente?


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s